Os ovos contêm ômega 3?

No supermercado, você pode encontrar muitos tipos diferentes de ovos, que se distinguem primeiro de acordo com a forma como as galinhas são criadas: ao ar livre, no chão, em gaiolas …

Outra diferença é representada pelos alimentos com os quais essas aves domésticas se alimentam: milho e cebolinha, cereais e sementes de linho, farelo, cereais e sementes de cânhamo …

Esses alimentos podem fornecer aos ovos nutrientes extras, o que naturalmente aumenta seu preço.

Mas você já se perguntou se é verdade que os ovos contêm ômega-3?

Resumo

  • Os ovos contêm ômega 3?
  • Diferentes tipos de ovos
  • Ovos convencionais ou ômega-3?
  • Ovos convencionais ou caipiras?
  • Conclusões

Os ovos contêm ômega 3?

O ovo tem um suprimento benéfico de mais de 50 nutrientes, incluindo proteínas e aminoácidos, vitaminas e minerais. Também pode ser enriquecido com substâncias “extras” que potencializam ainda mais seus benefícios à saúde.

Entre eles está o ômega 3, uma gordura poliinsaturada que reduz os níveis de triglicerídeos no sangue e, consequentemente, o risco de doenças cardiovasculares.

Como nosso corpo não pode produzi-lo naturalmente, é necessário obtê-lo através da alimentação.

Mas onde se encontra o ômega 3? Os peixes oleosos e as sementes de linho, em particular, são alimentos ricos em ômega 3.

E os ovos…

Abaixo apresentamos a você ovos contêm ômega 3:

Diferentes tipos de ovos

Diferentes tipos de ovos

Para escolher o tipo de ovo que melhor se adapta à sua dieta, é importante conhecer este pequeno tesouro de propriedades saudáveis.

Por isso, preparámos para si um manual com as diferentes variedades que existem no mercado.

Aproveite a leitura!

  • Ovos convencionais

Como o nome sugere, o ovo convencional é o tipo mais comum que você pode encontrar. As galinhas são criadas em gaiolas e alimentadas com ração convencional à base de grãos, geralmente enriquecida com vitaminas e minerais.

Muitas pessoas pensam que o ovo de casca vermelha é mais nutritivo do que o ovo de casca branca.

Na realidade, a cor da concha depende apenas da raça do pássaro que a colocou. Geralmente, as galinhas de plumagem marrom produzem ovos com casca vermelha, que é branca se o animal tiver penas dessa tonalidade.

A cor da gema depende do alimento com que a galinha é alimentada. Os orgânicos, por exemplo, costumam ser mais alaranjados, independentemente de serem alimentos ricos em ômega 3.

  • Ovos orgânicos

Na produção de ovos orgânicos, as galinhas têm acesso ao ar livre e vivem de acordo com sua natureza, para proteger o bem-estar do animal. Eles também são alimentados com cereais orgânicos, sem hormônios ou antibióticos (estes últimos são administrados apenas em caso de prescrição veterinária).

Mesmo que o preço seja um pouco mais alto, os benefícios são múltiplos não só para os animais, mas também para a sustentabilidade.

De fato, esse modelo de produção favorece uma maior atenção ao cuidado com o meio ambiente e o equilíbrio do ecossistema.

Assim, além de ter todos os benefícios que um ovo de qualidade oferece, você também está ajudando o planeta!

  • ovos caipiras

As galinhas caipiras são livres para cavar no solo, pousar nos suportes e bater as asas, também neste caso orientadas para o bem-estar animal.

Eles são alimentados com alimentos à base de ingredientes vegetais, minerais e livres de hormônios.

A gema de seus ovos é de cor laranja e varia em intensidade dependendo do tipo de alimento que as aves recebem. Portanto, quanto mais concentrado o corante, mais caipira a galinha é e mais cuidadosamente tratada ela é.

  • Ovos enriquecidos com ômega 3

Para produzir este tipo de ovos, a ração é enriquecida com ômega 3.

Quando diz “alto” em ômega 3 na embalagem, significa que os níveis nutricionais de ácido alfa-linolênico presentes no ovo são constantemente monitorados para garantir essa vantagem.

Normalmente, além desses ácidos graxos, é introduzido no alimentação natural das galinhas também uma vitamina E extra.

Ovos convencionais ou ômega-3?

Alguns pesquisadores analisaram o teor de ômega 3 na gema de vários tipos de ovos. O resultado é de particular interesse porque ajuda a perceber se o preço é superior ao tipo rico em nutrientese em especial de Ácidos gordurosos de omega-3é realmente justificado.

Na verdade sim, esses ovos contêm cerca de cinco vezes mais do que o tipo convencional. Eles são, portanto, uma boa fonte de ômega 3 para tomar a dose diária recomendada pelos nutricionistas.

E há um bônus adicional. Eles contêm cerca de quarenta por cento menos do que ômega 6. Estes são tipicamente ácidos graxos inflamatórios que são frequentemente consumidos em excesso em nossa dieta normal.

Nesse sentido, não esqueçamos que a ingestão de ácidos graxos presente no glóbulos vermelhos é um fato relevante para conhecer o estado de saúde do coração.

Em adição ao peixe rico em ômega 3talvez até os ovos devam ser vistos com um pouco mais de atenção merecida!

Ovos convencionais ou caipiras?

Ovos-convencional

Quem sabe quantas vezes você já se perguntou, em frente ao balcão de ovos do supermercado, se a diferença entre ovos convencionais e caipiras é tão relevante.

Novamente a resposta é sim.

Os ovos caipiras tendem a apresentar valores nutricionais mais elevados, nomeadamente no que diz respeito ao teor e às vitaminas (nomeadamente A, E e D).

E se você está procurando alimentos contendo ômega 3ovos de galinha caipira podem ser uma boa fonte.

Conclusões

Existem diferentes tipos de ovos e o que os caracteriza não é apenas um fato de tamanho ou cor. É uma questão de como as galinhas são criadas e alimentadas.

A ingestão nutricional é um fator importante nesse sentido. Se o alimento destinado aos pássaros é enriquecido com ômega 3 e vitaminas, até os ovos que você traz à mesa oferecem um plus de bem-estar.

E o custo extra no balcão do supermercado parece, portanto, amplamente justificado.


Origens:

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *