Medição de circuitos elétricos com os 6 melhores multímetros digitais

Quem sabe quantas vezes já aconteceu com você ter uma falha elétrica em sua casa ou ter em suas mãos um aparelho que não funciona mais. O que fazer nesses casos? A única solução é chamar um eletricista ou levar o aparelho a uma assistência técnica.

Mas existe outra forma, muito mais barata: comprar o melhor multímetro digital. Graças a esta ferramenta é de fato possível identificar o problema imediatamente, permitindo resolvê-lo talvez com uma simples intervenção do tipo “faça você mesmo”.

Resumo

  • Qual é o melhor multímetro digital?
  • 1. Minimultímetro Proster
  • 2. Crenova MS8233D
  • 3. KKmoon 1FGH56SD4FTH
  • 4. Etekcity MSR-R500
  • 5. Proster VC99
  • 6. Hyelec MY68
  • O que exatamente é um multímetro digital?
  • Para que serve o multímetro digital?
  • Partes do multímetro digital?
  • Qual multímetro digital?
  • Multímetro digital ou analógico?
  • O multímetro é seguro?
  • Uma dica para um multímetro barato
  • Categorias de multímetros digitais?
  • Medições com o multímetro digital?
  • Quais funções dos multímetros digitais?
  • Gama de multímetros digitais?
  • Multímetro digital Fluke, pinça ou escala?
  • Calibrar a resistência com o multímetro digital Fluke?
  • Medir fluxos com multímetro de pinça digital?
  • Detecção automática com multímetro digital de alcance automático?
  • Quais multímetros digitais testar para quais componentes?
  • Mudando de multímetro analógico para digital?
  • Leituras com multímetros VOM?
  • Quanto custa um multímetro digital?
  • Quais recursos devo procurar em um medidor de eletricidade?
  • Quais marcas de multímetros estão disponíveis?
  • Vantagens dos multímetros portáteis?
  • Escolha o multímetro digital?

Qual é o melhor multímetro digital?

Uma pergunta fundamental que deve ser feita no momento da compra do instrumento diz respeito ao tipo de uso. Para uso profissional, o equipamento deve ser absolutamente preciso e robusto.

Se, por outro lado, você está aprendendo a usá-lo em casa, não precisa de nenhum acessório especial e pode optar por um bom multímetro digital barato.

Nas vendas online é fácil encontrar aparelhos de qualquer marca. Testes, comparações e opiniões de quem os utiliza regularmente ajudam a identificar o modelo mais adequado às necessidades específicas.

Abaixo apresentamos a você os melhores multímetros digitais:

1. Minimultímetro Proster

Melhor para: tela grande

Este prático modelo multifuncional é oferecido a um preço muito competitivo, caracterizado, entre outras coisas, por seu pequeno tamanho.

Ele pode ser usado para teste de tensão AC/DC, teste de corrente DC/AC, resistência de corrente elétrica, teste de hfe (amplificação DC), teste de frequência, teste de válvula de dois eletrodos, teste de transistor NPN PNP.

Ele é projetado com desligamento automático, função de retenção de dados e indicação de baixa tensão da bateria. Bateria de 9V incluída.

2. Crenova MS8233D

Melhor para: facilidade de uso

É um detector e testador portátil de tensão AC. Através do seletor central é possível selecionar a medição a ser realizada.

Possui um display de 4 dígitos, que pode ser retroiluminado pressionando o botão apropriado. Desativa-se automaticamente se ficar inativo por quinze minutos.

Muito resistente a choques e quedas, o dispositivo foi projetado em conformidade com a norma IEC61010-1, categoria de sobretensão CAT II 600 V e isolamento duplo.

3. KKmoon 1FGH56SD4FTH

Melhor para: sonda externa

Permite realizar uma ampla gama de medições, como a medição de tensão DC/AC, resistência e temperatura. Este último é medido com um termistor embutido ou uma sonda externa fornecida.

O dispositivo é auto-range para simplificar o uso tanto quanto possível.

Possui display retroiluminado para tornar a leitura imediata em qualquer condição de luz.

4. Etekcity MSR-R500

Melhor para: versatilidade

Fácil de usar, oferece múltiplas funções como medição de corrente, tensão e resistência, diodo, transistor.

É uma ferramenta útil para diagnosticar, montar e reparar circuitos e fiação.

Possui uma construção robusta, possui um display LCD para leitura clara e fácil e possui proteção contra sobrecarga e sobrecorrente.

5. Proster VC99

Melhor para: preço/desempenho

Este multímetro versátil, oferecido a um preço particularmente atraente, está equipado com cabos de teste robustos e uma sonda de temperatura.

A bateria de 9 V é fornecida na embalagem e, para otimizar o consumo, o aparelho desliga-se automaticamente se não for utilizado por mais de 15 minutos.

Está coberto com borracha anti-choque o que o torna muito resistente e a sua cómoda mala permite transportá-lo para todo o lado devidamente protegido.

6. Hyelec MY68

Melhor para: qualidade da ponta

Este multímetro com luz de fundo vem completo com uma bateria de 9V e cabos para medição de tensão e corrente e é apreciado pela qualidade dos cabos de teste.

Possui proteção contra sobrecarga em todas as faixas. O dispositivo está equipado com um pedestal de suporte integrado e um invólucro protetor de plástico rígido, que o protege efetivamente contra impactos.

Suas dimensões são 22 x 13 x 6 centímetros.

O que exatamente é um multímetro digital?

Um multímetro ou testador é um instrumento que, como o nome indica, é capaz de determinar o valor de muitas grandezas elétricas diferentes. De fato, permite realizar medições de resistência, corrente elétrica e tensão, tanto diretas como alternadas.

Como todas essas funções são implementadas em uma única ferramenta, é necessário entender como configurá-la para usá-la da maneira mais eficiente possível.

Para que serve o multímetro digital?

Uma vez como detector de voltagem a chave de fenda detector de fase.

O multímetro permite-nos ser mais precisos na localização da avaria elétrica para adotar a intervenção de reparação mais adequada.

Graças a este dispositivo é possível medir todas as grandezas relativas à eletricidade. Também é conhecido como multitester ou mais simplesmente testadorpois integra várias funções de medição elétrica em um único instrumento.

Com eletricidade nos referimos a todos os fenômenos físicos macroscópicos e microscópicos de interação entre a matéria que geram cargas elétricas, uma vez que a própria matéria é composta de cargas positivas e negativas.

O conhecimento destes fenómenos levou a um grande número de aplicações práticas que estão na base da vida moderna como a iluminação, rádio e televisão e que permitem a Operação motores de muitas máquinas e equipamentos.

Partes do multímetro digital?

O multímetro consiste em um display, uma série de botões, um dial que permite que você se mova entre diferentes escalas e conectores de entrada: o único comando a ser executado é o botão central que permite definir tudo o que precisamos. Os multímetros digitais possuem diferentes níveis de valores de exibição dependendo do modelo. Algum modelos exibem um valor de até sete dígitos.

Qual multímetro digital?

Entre as medidas que podem ser realizadas com este dispositivo estão a detecção de tensão, frequência, resistência, Continuidade elétrica na seção de um circuito em consideração, os testes de funcionamento de diodos e transistores.

O testador é usado para verificar se um dispositivo está recebendo corrente e para entender onde o fluxo pára na presença de um falha elétricapara o qual intervir para repará-lo: é por isso que é a ferramenta ideal tanto para o profissional (eletricista, eletricista, técnico elétrico) quanto para o hobby.

Em uma ferramenta combina a função de um amperímetro que mede a intensidade da corrente em um condutor, a de um voltímetro que identifica a diferença de potencial entre dois pontos do circuito elétricoo de um ohmímetro que detecta a resistência elétrica.

Por esse motivo, poder usar o instrumento e ler os valores também pode ser útil para aplicações amadoras e domésticas: é particularmente adequado para identificar a falha de uma tomada ou de um aparelho elétrico.

Multímetro digital ou analógico?

Os multímetros disponíveis atualmente no mercado eles são divididos em dispositivos analógicos e digitais. Nos primeiros, que estão em uso há muito mais tempo, a leitura é dada por uma agulha que se move ao longo de uma escala múltipla graduada.

Dependendo de como o seletor está posicionado, o valor desejado é fornecido, o qual o operador deve ter experiência suficiente para poder lê-lo.

Os dispositivos digitais são mais modernos e permitem a leitura dos valores medidos diretamente no mostrar com tela led ou lcd. Seu grau de precisão é melhor (0,5% em comparação com 1-3% dos análogos), tornando-o frequentemente o dispositivo preferido tanto no campo profissional que amador.

No entanto, o tipo analógico é preferido quando o sinal apresenta variações ao longo do tempo: neste caso, de fato, a medição não é estável e pode levar a erros.

Justamente por isso, foram criados instrumentos digitais mais sofisticados que, além do display, também possuem um cursor analógico. E nos modelos mais avançados geralmente existe uma função “hold” que bloqueia o valor lido (no pico máximo ou mínimo).

O multímetro é seguro?

Ao usar tal dispositivo, nunca se deve esquecer que se está trabalhando com eletricidade. Portanto, é importante que o dispositivo esteja equipado com um isolamento duplo e proteção adequada.

Isso evita o risco de problemas ou lesões ao usuário ou danos ao instrumento em caso de medições superiores às definidas na faixa de controle.

Uma dica para um multímetro barato

Antes de comprar, verifique se o aparelho está em conformidade com as normas de segurança para os tipos de tensão a serem medidos. Conforme indicado pela norma CEN EN61010, existem quatro grupos de luminárias, que são identificados com a abreviatura Cat.

Os multímetros Cat 1 são adequados para tensões e potências muito baixas, os multímetros Cat 2 são adequados para sistemas domésticos ou residenciais e os multímetros Cat 3 são usados ​​para cargas de alta potência geradas por painéis de distribuição, motores, tomadas de distribuição. Finalmente, os aparelhos Cat 4 são usados ​​para potências, correntes e tensões muito altas, como para distribuição geral, força motriz, grandes sistemas.

Quanto maior o valor do índice, maior o grau de resistência a um nível de energia mais alto e mais seguro o aparelho.

Lembre-se de que os multímetros estão disponíveis em duas versões, dependendo do tamanho. eu sou gentil portátildotado de baterias e, portanto, muito útil e de bolso; ou digite portátil E em cima do balcãousado principalmente em um local fixo e que pode ser alimentado por uma tomada elétrica.

O bom qualidade de um multímetro também pode ser avaliada por sua impedância ou resistência de entrada. E o que dizer do baixo preçonão é difícil encontrar esse tipo também mais barato é capaz de garantir um desempenho satisfatório.

Categorias de multímetros digitais?

Os multímetros são agrupados em diferentes categorias com base no uso pretendido. CAT I inclui dispositivos eletrônicos que não estão diretamente conectados à fonte de alimentação do edifício. CAT II refere-se a eletrodomésticos, PCs e TVs conectados à rede elétrica do edifício, enquanto CAT III refere-se a motores, sistemas de iluminação para grandes edifícios e linhas de distribuição de energia.

CAT IV é usado para conexões trifásicas por fornecedores de eletricidade.

Por motivos de segurança, é uma boa ideia usar a categoria correta do multímetro com base no trabalho. Multímetros de categoria superior possuem fusíveis de alta energia que protegem dispositivos conectados a fontes de entrada de alta tensão.

Medições com o multímetro digital?

Usando um multímetro típico, podemos medir: a tensão em corrente alternada (AC) e corrente contínua (DC); corrente alternada (AC) e corrente contínua (DC); a resistência de todo o circuito ou entre componentes individuais do circuito

Alguns multímetros digitais podem testar resistência de até 50 ohms com resolução de miliohm (0,001 ohm). Outros podem ser usados ​​para testar um diodo ou medir o ganho do transistor. Há também multímetros que podem registrar valores mínimos e máximos e salvar dados via internet sem fio.

Multímetros especiais são usados ​​para medir: a capacitância de um capacitor, a frequência do sinal de entrada, temperatura.

Quais funções dos multímetros digitais?

Antes de decidir qual tipo de multímetro digital funcionará melhor para seu projeto, é importante entender o amplo alcance de funções que os multímetros podem executar. A maioria dos multímetros digitais pode medir os seguintes parâmetros: frequência, condutância, continuidade, indutância e resistência.

Existem, no entanto, alguns modelos mais avançados que podem oferecer uma gama ainda maior de recursos e tamanhos. Se você precisa de algo específico e está trabalhando em uma construção tecnologicamente avançada, recomendamos que procure um multímetro que possa medir decibéis, microamps e rotações por minuto e que tenha recursos gráficos.

Gama de multímetros digitais?

Ao procurar um multímetro no mercado, é importante focar nas funções específicas do instrumento. Caso contrário, você pode acabar comprando um eletrodoméstico completamente inútil para as necessidades do seu projeto.

o alcance Típico consiste em três tipos básicos de instrumentos: o multímetro digital da Fluke, o multímetro digital de pinça e o multímetro digital de alcance. Vamos ver brevemente as características de cada tipo.

Multímetro digital Fluke, pinça ou escala?

Um multímetro digital Fluke é usado principalmente para calibrar volts, correntes e outras unidades elétricas. Uma modelo com pinça amperométrica está equipado com instrumentos integrados para medir o fluxo elétrico; vem com um paquímetro para medir esse fluxo e geralmente é usado para aplicações profissionais laboratório.

Um multímetro digital escala automática é usado em projetos mais simples. É ideal para entusiastas de bricolage e eletricistas amadores que trabalham em casa. Geralmente mede apenas um componente de cada vez.

Mas para entender melhor esses três tipos de multímetro vamos vê-los com mais detalhes.

Calibrar a resistência com o multímetro digital Fluke?

Você está tentando calibrar o uso de resistência e tensão de dispositivos elétricos em sua casa ou máquinas? Um multímetro digital testador profissional A Fluke usa sua tela grande para ajudá-lo a detectar resistência e tensão simultaneamente.

Modelos avançados permitem medir a frequência, choque, queda, pressão, umidade e até temperatura de componentes elétricos.

É comumente usado com unidades HVAC e baterias de automóveis, pois oferece uma ampla gama de funções e funcionalidades, pode abranger uma série de usos importantes para seus projetos, mesmo de magnitude considerável.

Medir fluxos com multímetro de pinça digital?

Este tipo é usado para medir fluxos básicos de eletricidade (fluxo de eletricidade, Tensão, consumo de energia, potência e amperagem) na bateria, carro ou equipamento HVAC. Seu equipamento inclui um grampo que pode ser conectado à área do dispositivo que você deseja medir.

Um detalhamento geral de sua funcionalidade é o seguinte: a pinça é conectada a um dispositivo elétrico para medir com precisão seus amplificadores; as pontas de prova do multímetro digital são conectadas a um dispositivo elétrico para medir a quantidade de volts no dispositivo; Após ambas as unidades terem sido medidas corretamente, elas podem ser ajustadas ou calibradas de acordo com as configurações escolhidas.

Detecção automática com multímetro digital de alcance automático?

Você já deve ter ouvido falar dos multímetros ou pinças digitais da Fluke, mas o que diabos é um multímetro de alcance automático? É um tipo de multímetro ou é uma configuração de recurso? Na verdade, são os dois!

Este é um multímetro que detecta automaticamente as leituras que você está tentando medir. Há muito menos botões e configurações para mexer, deixando você com um dispositivo quase sem as mãos que faz todo o trabalho duro nos bastidores.

Quais multímetros digitais testar para quais componentes?

Os três principais tipos de DMMs listados acima podem abranger uma variedade de setores e nichos. Esses dispositivos podem trazer muitos benefícios para o local de trabalho. Além disso, eles permitem que você crie uma zona de teste mais segura para você e seus parceiros de negócios.

A imensa gama de multímetros multímetros disponíveis no mercado pode ser confusa no início, mas dando um passo de cada vez, você pode encontrar o aparelho que faz exatamente o que você quer e produz o leituras isto que você precisa.

Mudando de multímetro analógico para digital?

Os multímetros analógicos também são chamados de VOMs, devido às suas funções de medição: voltímetro, ohmímetro, miliamperímetro. Os medidores digitais seguem a sigla DMM, para Digital Multi-Meter. A parte “multi”, é claro, refere-se ao fato de que eles são, na verdade, vários metros em um.

Como mencionado, existem algumas vantagens em usar multímetros analógicos. Além de serem mais baratos, eles usam um sistema de escada de agulhas que ainda é preferido por alguns mecânicos e eletricistas. A principal vantagem de um VOM sobre um DMM é que a leitura da agulha analógica facilita a visualização de tendências em um valor variável.

Leituras com multímetros VOM?

Em segundo lugar, os VOMs são, por definição, limitados a leituras de volts, ohms e amperes. Se você é um usuário analógico de longa data, mudar para multímetros digitais pode ser uma troca avassaladora. Acostumar-se a telas de exibição digital, a variedade de botões ajustáveis ​​e configurações pré-programadas podem dificultar o manuseio do dispositivo. Se desejar, você pode testar um em sua loja de ferragens local. Seja você um eletricista experiente ou um entusiasta de bricolage, você encontrará o dispositivo certo para uma ampla variedade de usos.

Os multímetros de escala automática são um ótimo ponto de partida para uma variedade de pequenas funções elétricas, enquanto os multímetros digitais de pinça e pata podem ajudá-lo a medir alguns dos maiores e mais complexos componentes do seu projeto.

Quanto custa um multímetro digital?

Mesmo o multímetro mais barato é útil para eletrônicos de bricolage. Um dispositivo de baixo custo é limitado apenas em funções e campos de uso.

Para manter um medidor dentro dos limites de precisão de fábrica, ele precisa ser calibrado de tempos em tempos, o que custa em torno de 50 a 100 euros.

É bastante inútil comprar um multímetro que custa mais de 50 euros, mas que não é calibrável. Se você gastar menos do que o custo do serviço em uma única calibração, poderá substituir o medidor sempre que ele se tornar muito impreciso.

Quais recursos devo procurar em um medidor de eletricidade?

Depois de resolver o problema DMM vs VOM, você precisa decidir o que deseja em termos de precisão, funcionalidade, calibração e qualidade de construção.

A precisão limitada pode ser aceitável em trabalhos de bricolage, mas significa que o medidor pode fazer pouco mais do que informar se um circuito está funcionando ou não. Se você precisar discriminar entre um circuito que funciona mal de um que funciona bem, você precisará de algo com mais precisão do que os dispositivos de baixo custo.

Se você decidir que a precisão é importante para você, não faz sentido comprar um medidor não calibrado. Outra razão para escolher um multímetro mais caro é a ampla gama de funções de medição.

Por fim, há a questão da qualidade da construção. Um medidor de qualidade com sonda de temperatura o tipo superior é fisicamente mais resistente, as sondas são isoladas com silicone em vez de PVC, as alças são maiores, as pontas das sondas são mais nítidas, o seletor de modo parece melhor.

Quais marcas de multímetros estão disponíveis?

A Fluke é líder em DMMs portáteis. Na extremidade inferior do mercado de medidores portáteis na caneta ao contrário, há muita concorrência e não há uma marca que predomine sobre as demais. Muitos medidores de grandes marcas nesse nível são projetados por outras empresas, geralmente casas asiáticas das quais você nunca ouviu falar.

No mercado de segunda mão você também pode encontrar um bom multímetro compactarmas escolha-o apenas se o preço for realmente competitivo.

Vantagens dos multímetros portáteis?

Os multímetros portáteis antes eram usados ​​apenas para trabalho de campo, e os profissionais preferiam os medidores de bancada. Com os avanços da tecnologia, um medidor portátil moderno de última geração será melhor do que um modelo de bancada mais antigo. Portanto, para a maioria dos usos do tipo faça você mesmo, um computador de mão é a melhor opção. Muitas vezes são fornecidos com estojo para otimizar o transporte.

Escolha o multímetro digital?

Há uma diferença bastante grande de preço entre os medidores portáteis mais caros e os medidores de bancada de baixo custo. É verdade que você pode recorrer ao mercado de segunda mão, mas tenha cuidado – é raro encontrar um medidor usado que tenha sido calibrado recentemente; portanto, para obter o máximo proveito dele, você precisará gastar algumas centenas de euros para obter ele calibrado. Alguns acessórios ausentes também podem precisar ser substituídos. Não espere pagar menos por um medidor de bancada usado do que por um novo portátil e ainda obter melhor desempenho.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *