Lixeira de cozinha: as 9 melhores de 2023

Nem sempre percebemos o quão importante é ter o melhor caixote da cozinha disponível.

Se você tentar perguntar por aí o que é usado mais intensamente na cozinha, muitos vão responder “o fogão”, ou “a geladeira”. Não. Embora possa parecer estranho, a resposta certa é: a lata de lixo.

Com tantas opções para escolher (desde um recipiente de plástico de alguns euros até uma versão de design que vale mais de 100 euros), parece difícil avaliar qual modelo é o certo para atender às suas necessidades.

Mas com as avaliações corretas, você descobrirá que é muito fácil transformar um simples objeto de uso diário em uma ferramenta preciosa para otimizar a gestão de resíduos, tornando a reciclagem um jogo divertido.

Qual é o melhor caixote da cozinha?

Em nosso guia, você encontrará nove modelos cuidadosamente escolhidos de acordo com as necessidades específicas de coleta seletiva de resíduos. Propusemos soluções que se prestam a satisfazer todas as necessidades práticas.

E se pretende transformar o habitual acto de eliminação de desperdícios numa prática divertida, aqui ficam as propostas de designers, marcas de mobiliário, especialistas em decoração, com objectos esteticamente atraentes, multicoloridos e naturalmente funcionais, práticos e económicos.

Abaixo apresentamos as melhores lixeiras de cozinha:

1. Caixa de cozinha Songmics LTB54L

Melhor para: mecanismo silencioso

A abertura/fecho das tampas ocorre de forma silenciosa e sem necessidade de utilização das mãos. A lixeira é de fato projetada com um sistema original de pedais coloridos que ajudam a identificar os diferentes resíduos destinados à coleta seletiva.

Sua estrutura é feita de aço inoxidável resistente, resistente à corrosão e durável, enquanto a base é feita de plástico para evitar escorregar e proteger o piso.

Está equipado com três cestos internos, cada um com capacidade para 18 litros.

2. Cesto de cozinha Terry Ecocab

Melhor para: Parte inferior do quadro fechado

É um recipiente de polipropileno cinza específico para a coleta seletiva de resíduos. É ideal para sacos de 110 litros, que permanecem bem fixos e, uma vez cheios, podem ser removidos facilmente.

As tampas abrem separadamente e ficam em pé sozinhas, facilitando a inserção do lixo. A parte inferior da estrutura é fechada, para evitar qualquer contato com o piso.

É facilmente montado em cerca de vinte minutos. Tem um tamanho de 102 x 39 x 88,7 centímetros e pesa 12 quilos.

3. Lixeira Zyon para coleta separada

Melhor para: tampas bem fechadas

Possui três baldes separados de doze litros cada, para dividir os resíduos de forma eficiente e higiênica. As tampas de plástico, bem fechadas e equipadas com mecanismo de abertura por pedal, evitam a saída de maus cheiros.

Feito de aço inoxidável sólido com elegantes acabamentos acetinados, dá um toque de funcionalidade a qualquer casa moderna. Suas dimensões são iguais a 55 x 31 x 44 centímetros.

4. Lixeira da cozinha

Melhor para: design

Combina funcionalidade com uma estética muito procurada. Os três baldes, que podem ser usados ​​separadamente, podem ser combinados para formar uma flor refinada.

Suas tampas são de cores diferentes, para simplificar ao máximo a coleta separada. A abertura de encaixe prova ser muito prática.

Cada módulo mede 39,5 x 39,5 x 54,5 centímetros e é projetado para acomodar uma bolsa de 30 litros.

5. Caixote de lixo da Dea Home

Melhor para: grande capacidade

É um conjunto de três lixeiras para reciclagem, feitas em verde (vidro), branco (papel) e amarelo (plástico). Cada recipiente tem capacidade para cinquenta litros e mede 39 x 36 x 54 centímetros.

A tampa pode ser aberta completamente, deixando assim uma grande facilidade para a introdução mesmo de resíduos volumosos. A estrutura é muito robusta e resiste a baixas temperaturas, permitindo que seja deixada ao ar livre mesmo nos meses mais frios.

6. Caixote de lixo removível RP

Melhor para: trilhos deslizantes

Esta lixeira separada desliza em duas guias de metal, para serem colocadas no gabinete sob a pia.

Ideal para pequenos espaços (tem um tamanho de 36 x 38 x 23 centímetros) é composto por dois baldes de 7,5 litros cada. A tampa levanta automaticamente através de um sistema patenteado.

Para a instalação é suficiente apertar quatro parafusos para os trilhos inferiores. Também é fornecido um gabarito para o correto posicionamento dos furos.

7. Cesto basculante Rotho

Melhor para: Espaços confinados

A sua forma desenvolvida para cima (a estrutura mede 33,3 x 25,2 x 47,6 cm) permite posicionar facilmente este cesto de polipropileno mesmo em espaços confinados.

Tem capacidade para 25 litros e está equipada com tampa com opção de sistema de abertura: basculante ou tradicional. O espaço de coleta é otimizado, com suporte para bolsa oculto.

É um produto fabricado na Suíça e tem garantia de vinte anos.

8. Compartimento do pedal curvo

Melhor para: pedal grande

Trata-se de uma lixeira de cinquenta litros (dimensões: 73 x 39,8 x 29,4 cm), fabricada em polipropileno resistente a impactos, na cor cinza metálico.

O seu grande pedal torna a abertura o mais fácil possível. Fácil de limpar, possui tampa anti-odor e silenciador.

Graças ao seu sistema de travamento particular, é possível fechar a bolsa sem se sujar quando estiver completamente cheia e precisar ser substituída.

9. Mongardi Sr. B Tris

Melhor para: Compartimentos de rolo

Trata-se de um “trio” de porta-sacos para coleta seletiva de lixo, projetado com amplos espaços dedicados aos rolos. Pode acomodar malas com capacidade entre 80 e 110 litros e tem um tamanho de 37,5 x 46 x 79 centímetros.

A estrutura é feita de metal e polipropileno. A montagem é rápida e fácil e oferece ampla modularidade: você pode escolher o número de recipientes para combinar.

Espírito verde

Os caixotes do lixo, concebidos como contentores para recolha seletiva, começaram a ser falados em conjunto com a disseminação da reciclagem de resíduos.

Porque, como bem sabemos, nos nossos centros habitados esta prática tornou-se há algumas décadas uma obrigação e não uma prática normal, com o objectivo de reduzir o impacto ambiental.

Lixeira de cozinha

E assim, também para não incorrer em penalidades muito altas, começamos a separar diligentemente o lixo com base no material e no tipo: plástico, vidro, papel, molhado, seco …

É verdade que nestes casos a arte de sobreviver vem em auxílio, talvez usando sacos, sacolas, cestas e recipientes colocados em um poleiro improvisado. Mas também é verdade que desta forma, além de ter soluções de gosto estético duvidoso, corre-se o risco de perder muito espaço. E você sabe, espaço nunca é suficiente em casa.

Nesse cenário, conjuntos de contêineres para coleta seletiva de lixo começaram a se espalhar.

Critério de seleção

Entre as características a ter em consideração para otimizar a separação de resíduos está, em primeiro lugar, o número de contentores, a avaliar com base nos pedidos de diferenciação de cada Município.

Igualmente importantes são as dimensões. Neste caso, as medidas devem ser tomadas com o máximo cuidado, para evitar a compra de uma lixeira esteticamente agradável que simplesmente… não cabe!

Caixote de lixo

Outro aspecto é representado pelo material. Eles vão desde soluções plásticas mais baratas até soluções de aço inoxidável, que são mais resistentes, mas geralmente mais caras.

Com base na localização das lixeiras, é bom considerar se é melhor escolher um modelo aberto ou fechado, pedal ou fixo, externo ou interno, com ou sem rodas.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *