Bebê em liberdade com os 5 melhores andadores para bebês

O uso do melhor andador no crescimento das crianças sempre foi objeto de conflito entre a categoria dos pediatras, que às vezes desaconselham, e a dos pais, que a consideram uma ferramenta útil.

No entanto, as questões são muitas vezes mal colocadas e a utilização deste apoio deve ser avaliada com base nas diversas variáveis.

Resumo

  • Qual é o melhor andador?
  • 1. Acessórios para bebês da Fisher Price CHM91
  • 2. Onda Verde Chicco Walky Talky
  • 3. Hauck 64207 Jogador Minnie Mouse
  • 4. Monsieur Bébé Girello
  • 5. Andador Fascol Round
  • Opiniões sobre o andador?
  • Quando usar o andador?
  • Função do andador?
  • Estrutura do andador?
  • Andador e legislação?
  • Andador e segurança?
  • Pediatras e andador?
  • Treinar com o andador?

Qual é o melhor andador?

Existem andadores de todos os tipos no mercado, desde o tipo mais básico barato para isso multifuncional E equipado.

Se você está procurando um marcacomo Chicco ou Pré-natala venda online é o lugar certo para procurar.

Abaixo apresentamos a você os melhores caminhantes:

1. Acessórios para bebês da Fisher Price CHM91

Melhor para: Assento de carro totalmente giratório

É um andador completo com brinquedos, peças para virar, vários acessórios, uma barra com anéis, um espelho e muito mais.

O assento gira 360° para deixar a criança descobrir todo o mundo ao seu redor. A estrutura é de metal, resistente e estável e permite que o pequeno pule com total segurança.

Ajustável a três alturas diferentes, fecha-se facilmente para armazenamento ou transporte.

  • Dobrando
  • Lavável
  • Robusto

2. Onda Verde Chicco Walky Talky

Melhor para: Barra de jogos inovadora

A barra de jogo pode ser levantada ou abaixada para criar novas configurações de entretenimento para o bebê. Há também uma grande área equipada com muitas atividades eletrônicas, visuais e sonoras para estimular o crescimento.

A altura pode ser ajustada em três níveis, o assento é confortável, bem acolchoado e pode ser facilmente lavado (como toda a estrutura).

Quando não estiver em uso, pode ser facilmente dobrado e armazenado em um pequeno espaço.

  • Customizável
  • Estimulante
  • Compactar

3. Hauck 64207 Jogador Minnie Mouse

Melhor para: Dedicado a princesinhas

É a doce Minnie que acompanha as princesinhas em suas fases de crescimento. O andador é regulável em altura e o assento é macio, com encosto alto para oferecer maior sustentação à coluna.

A bandeja está completa com muitos jogos estimulantes, completa com música e é removível.

As rodas são completas com batentes anti-queda integrados das escadas e as dianteiras são de direção.

  • Com rolha
  • Confortável
  • Ajustável

4. Monsieur Bébé Girello

Melhor para: Sessão suave

A estrutura ajustável em 3 posições permite acompanhar o crescimento do bebé e graças às rodas acompanha-o nos primeiros passos. Das 4 rodas, as duas rodas dianteiras são direcionais. O assento é bem acolchoado e muito confortável.

O piano na frente da criança tem muitos jogos táteis e um teclado musical com 5 melodias para estimular a sensibilidade visual, tátil e auditiva.

A parte superior é removível para equipá-lo com novos jogos. Uma vez fechado, é muito compacto e fácil de guardar.

  • Compactar
  • Estimulante
  • Estábulo

5. Andador Fascol Round

Mais adequado para: 8 rodas

Este andarilho clássico de formato circular foi concebido com uma mesa grande que permite à criança colocar os seus brinquedos favoritos.

A estrutura com 4 pernas é muito sólida e possui 8 rodas de borracha que facilitam o deslizamento e permitem que ela seja movida em todas as direções.

Entre outras coisas, as rodas podem ser destacadas com uma chave de fenda para otimizar as operações de limpeza.

  • Clássico
  • Confortável
  • Deslizando

Opiniões sobre o andador?

Em primeiro lugar, seu uso não deve ser considerado como o único meio para ajudar a criança a crescer ou pensar em fazê-lo andar primeiro.

Quando ele ainda tem alguns mesesa estrutura óssea do bebê ainda não é adequada para sustentá-lo, principalmente a do pés. Quando ele terá oidade para caminhar, por outro lado, é bom que ele descubra essa atividade por si mesmo sem pensar que tudo é fácil.

Quando usar o andador?

Em geral, o andador pode ser usado quando eu

os bebês começam a se mover mais ativamente, por volta dos 4-5 meses. A faixa etária é indicativa e depende da estrutura que a criança possui e que cada um se desenvolve nas diferentes fases de crescimento.

Por volta dos 6-7 meses, no entanto, quando os músculos que podem sustentar o busto se desenvolvem, pode ser a condição mais óbvia.

Para usar o andador, porém, é necessário ajustar a calcinha do assento de forma que não apenas a ponta do pé fique apoiada no chão, mas toda a sola e o calcanhar.

O andador não deve ser pensado como a única ferramenta a ser utilizada a partir de certa idade, pois o quanto antes, a criança deve ser deixada livre – mas sempre cuidada e supervisionada – para se movimentar à vontade.

Ele deve ser capaz rastejar pela casa e desenvolver uma percepção adequada do movimento até que, por conta própria, se desprende para se mover primeiros passoscom as quedas necessárias para desenvolver o senso deequilíbrio.

Função do andador?

Dos 4 aos 5 meses, o bebê tem uma grande necessidade de se movimentar. Ele tem que treinar pernas E braços por coordenar melhores gestos, fortalecer os músculos e preparar-se aos poucos para dar os primeiros passos.

No andador, a criança à medida que cresce percebe que possui habilidades antes impensáveis, que a fazem empreender experiências que antes nem imaginava: a maior facilidade de locomoção lhe permite experiências, manobras ou ações arriscadas. lata pegue itens que de outra forma não conseguiriam alcançar ou tentar descer escadas.

Estrutura do andador?

Do ponto de vista estrutural, o conhecimento médico torna-se também uma oportunidade para construir andadores que melhor respondam às necessidades de crescimento e segurança da criança.

Andadores para bebês agora têm uma base maior para evitar que a criança seja “bloqueada” perto da porta e se aventure para fora de uma sala. O volume também é projetado para impedi-lo de escalada livre.

Andador e legislação?

Para atender aos requisitos específicos da legislação europeia, os andadores para bebês contam hoje com uma estrutura de metal que forma um base ampla e sólida com uma borda de plástico como Parachoquepor vezes reforçado por uma tira à prova de choque.

Sob a borda eles são fixados rodas giratórias. A estrutura é grossa dobrável acordeão com um trava de segurança.

EU’aproveitar é em plástico ou tecido, suportado por tubos metálico. UMA pequena mesa ou uma bandeja plástica completa a estrutura. Serve como pára-choques e como superfície de apoio.

Eles precisam ser testados anti-tombamentonão deve ter bordas ou cantos que possam ferir as mãos das crianças, deve ter mecanismos de fechamento seguros que não se fechem.

Para obter oaprovação eles têm que passar por testes de capotamento, estabilidade estática e dinâmica, robustez.

Andador e segurança?

Uma coisa fundamental que deve, no entanto, ser reiterada é que, para sua segurança, o criança sempre vai supervisionado. Se por um lado permite a adultos para realizar brevemente algumas tarefas domésticas, isso não significa que os pequenos devem ser deixados sozinhos.

Para as crianças são também uma forma de olhar sempre para a mãe e para o pai e sentirem-se tranquilos, mas também de brincar um pouco apoiados na poltrona.

Pediatras e andador?

É verdade como eu escrevo pediatras que o andador, ao contrário do que se acredita, “pode ​​até atrasar o aprendizado do equilíbrio e coordenação dos movimentos, pois às vezes o obriga a descansar o dedo do pé e não a sola do pé.

Mas também é verdade que esta ferramenta não deve ser utilizada como única ferramenta de crescimento.

O andador é útil como ferramenta para manter a criança sob controle em determinadas circunstâncias, permitindo que ela se divirta com jogos musicais táteis e luminosos que a estimulam.

Treinar com o andador?

Se o uso continuado não for recomendado, o andador pode ser útil por um certo período para crianças um pouco mais preguiçosas, que têm maior hipotonia muscular (não ligado a patologias).

Nesses casos o andador pode ajudá-los a “treinar” um pouco os músculos.

O importante, como sempre, é não abusar dela e fazer dela a única forma de “estacionar” a criança. É evidente para o crescimento da criança que quanto mais atenção direta lhe for dada, mais a criança cresce adequadamente, desenvolvendo suas próprias aptidões.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *